Lixo no Mar


Lixo no mar, poluição marinha, Nó de Pesca

Poluição marinha é aquela caracterizada pela presença de lixos sólidos e poluentes líquidos nas águas dos mares e oceanos, que são frutos de atividade humana. Este lixo de origem humana que entra no mar está presente nas imagens, hoje comuns, de animais emaranhados em materiais de todo tipo ou que ingeriram ou sufocaram com diferentes itens. Também é conhecida a imensa mancha de lixo que se acumula no chamado ‘giro’ do Oceano Pacífico Norte – os giros existentes em todos os oceanos, são áreas em torno das quais se deslocam as correntes marinhas. Nas zonas centrais desses giros, as correntes têm baixa intensidade e quase não há vento. Os resíduos que chegam ali ficam retidos e se acumulam, gerando enormes ‘lixões’ oceânicos.
Detritos orgânicos (vegetais, animais, fezes e restos de alimentos) não são considerados lixo marinho, porque em geral se decompõem rapidamente e se tornam nutrientes e alimentos para outros organismos. As fontes do lixo oceânico são comumente classificadas como ‘marinhas’ (descartes por embarcações e plataformas de petróleo e gás) e ‘terrestres’ (depósitos e descartes incorretos feitos em terra e levados para os rios pelas chuvas e daí para o mar, onde também chegam carregados pelo vento e até pelo gelo).
Outro problema ambiental relacionado com o ambiente marinho é o derramamento de esgoto doméstico. Esse material pode desencadear a proliferação de algas que produzem toxinas, causando as chamadas florações. O excesso de algas é responsável por uma diminuição do oxigênio da água, e sua toxina é capaz de colocar em risco diversas espécies.
Além de toda a questão ambiental causada pela poluição dos mares, temos o fator econômico. Praias poluídas aos poucos vão deixando de ser frequentadas por turistas, uma vez que o risco de doenças principalmente de pele aumenta. Outro ponto importante é a população que depende da pesca, que acaba tendo suas atividades afetadas em razão da contaminação dos animais aquáticos.

ATENÇÃO: Você pode fazer sua parte para diminuir a poluição marinha com atitudes bastante simples. Lembre-se sempre que, ao visitar a praia não deixar lixo na areia, como embalagens de comida, garrafas e alguns brinquedos. Além disso, não suje também as ruas, pois a água das chuvas ou o vento podem levar esses produtos para o mar.
Lixo no mar, poluição marinha, Nó de Pesca


4 comentários:

  1. Ameei seu post
    parabens beijos
    http://ladorosadomundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Jéssica Moura e sucesso em seu blog.

      Excluir
  2. Cara, parabéns pelo blog e pela seriedade nos post. Realmente é uma questão que deve ser discutida. Às vezes um ato que aparentemente parece bobo, como jogar um lixo no mar, nos rios, ou rua, tem consequencias desastrosas.
    http://atraentemente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. É verdade Evandro e Fábio, temos que nos conscientizar, ou preservamos ou não teremos no futuro. Obrigado por nos prestigiar.

    ResponderExcluir