Pesqueiro Nabel 2017 - Capítulo 1



Pescaria, Pesqueiro Nabel, Pressão Atmosférica na Pescaria, Tralha de Pesca
Pra iniciar bem 2017 reunimos alguns integrantes da equipe logo no dia 02 para fazermos uma pescaria, (Henrique Castilla, Antônio Castilla, Rafael Bertuccio, João Barros e Waldecy Anjos) tendo em vista as comemorações sequentes nos dias anteriores, desta vez marcamos de nos encontrar um pouco mais tarde que o costume, mas o destino foi no Riacho Grande em São Bernardo do Campo na grande São Paulo.
Ao chegar no centro do Riacho Grande, ponto de encontro, nos direcionamos a padaria para tomar aquele café com pão que desperta e começamos a discussão do pesqueiro que iríamos visitar, como na sexta feira havia feito algumas ligações, já imaginava que não seria muito fácil a escolha, então partimos rumo a estrada Índio Tibiriçá para procurar algum local que estivesse aberto. Após efetuar a tentativa em 3 pesqueiros da região, quando já estávamos planejando procurar uma sombra as margens da represa Billings, passamos em frente o pesqueiro Nabel,  e adivinhem?  Estava aberto.
Pescaria, Pesqueiro Nabel, Pressão Atmosférica na Pescaria, Tralha de PescaQuem nos acompanha sabe que esta não foi a primeira vez que efetuamos uma visita a este pesqueiro, e na primeira vez tivemos alguma ação e bons exemplares ao longo do dia ( clique aqui ), então a expectativa era muito boa ao chegar lá.
Após nos instalarmos fazendo a breve análise, confirmei a previsão de que seria um dia bem quente, a temperatura da água estava amena, então montei um sistema de meia água sem peso, apenas com a isca e efetuei alguns tentativas. Ventava muito e logo entendi que aquilo seria um anuncio de que havia variação de pressão atmosférica, porém, notei que os animais ao redor do lago, não estavam parados, ou seja, haveria alguma ação ( clique aqui ).
Pescaria, Pesqueiro Nabel, Pressão Atmosférica na Pescaria, Tralha de PescaA medida que a temperatura subia, montei um segundo sistema e desta vez com bóia, para que pudesse fazer ajustes de altura e identificar onde os bichos estariam. Observando os outros pescadores ao redor do lago que começavam a chegar aos punhados, notei que havia sempre alguma ação e 2 companheiros tiveram azar, um teve a linha rompida antes da bóia e o outro teve uma das varas arrastadas.
Na tentativa de ajudar o companheiro que teve a vara arrastada, pude sentir que naquele lago havia alguns bichos bem grandes, fiz um arremesso certeiro e consegui fisgar a vara de mão do amigo, mas quando a briga iniciou, o animal conseguiu se soltar. A boa notícia foi conseguir recuperar a varinha.

Pescaria, Pesqueiro Nabel, Pressão Atmosférica na Pescaria, Tralha de Pesca


2 comentários:

  1. Adorei o blog,e já seguindo bjs.

    https://alzineterodrigues.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado Alzinete e sucesso pra você.

    ResponderExcluir