Tambaqui

Também conhecido como Pacu Vermelho(não confundir com o Tambacu, que é o cruzamento da Fêmea do Tambaqui com o macho do Pacu). O Tambaqui é originário da Amazônia, a coloração geralmente é parda na metade superior e na metade inferior é preta, mas pode variar o tom de acordo com a tonalidade da água do ambiente em que vive. Pode alcançar no total cerca de 110 cm de comprimento. Existem registros de que, se tenha capturado exemplares com cerca de 45 Kg, porém, infelizmente, não se vê estes exemplares a algum tempo na natureza. 
Este é um peixe para pescadores intermediários. Excelente para ser degustado a beira do lado, após uma boa briga.

Algumas iscas
  • Guabi;
  • Iscas artificiais (Exemplo: Coquinho ou miçanga);
  • Massas carnívoras como a massa Patchu Fish ou massa caseira ( clique aqui );
  • Salsicha.
OBS.: A mordida deste peixe é muito forte, utilize castroador no anzol para não ter problemas com a linha e tome muito cuidado ao manuseá-lo, utilizando um alicate para retirar o anzol da boca dele.

Como capturar
  • Ceva de fundo - este peixe atua em meia água ou no fundo em dias mais frios. Em dias quentes é possível ter sucesso com ceva de superfície na flor da água.
  • Vara de molinete ou carretilha - são mais indicados inclusive para a briga, pois este peixe gosta de tomar linha.
  • Vara de mão clássica - com boia e anzol também tem sucesso, porém em caso de um exemplar médio a grande, será necessário alguma habilidade na briga.

Culinária

Tambaqui, Receita, Peixe



0 comentários:

Postar um comentário